segunda-feira, 6 de junho de 2011

Falta × Evoluir × Erros


Foram rara as vezes que você andou no lado certo da rua, disse as palavras certas, escreveu com o giz branco para não chamar a atenção e prometeu algo que conseguiu cumprir. Impulsiva como sempre, estragava as minhas surpresas acabando com elas antes mesmo de eu fazer ou dar, e, incontáveis foram as vezes em que você fez algo apenas por ter o prazer de fazer para se esnobar para as suas amigas do feito e ainda ter orgulho de algo que nem você mesmo sabe. Aliás, amigas? Nunca me disseram que você tinha. O mundo passou despercebido diante de seus olhos, o mundo evoluiu sem você enquanto você "evoluía" com seu egoísmo e suas mentiras a ponto de você achar que você está feliz. Pode enganar a todos, mas enganar a você mesmo que as coisa estão bem é impossível. E eu vi isso, quando você olhou para mim, tirou o seu sorriso falso do seu rosto e lembrou de tudo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário