quinta-feira, 10 de março de 2011

Whisky × Olhares × Certeza


"... Ela fica lá naquele bar todo dia balançando delicadamente aquele copo de whisky, dando belas risadas e conversando sobre moda com as amigas dela, apenas me olhando no cantos dos olhos. Ela nunca soube disfarçar bem o amor que ela tinha por mim e entre essas trocas de olhares ela as vezes me lançava um olhar mais intenso e eu correspondia com um simples sorriso. Eu era tímido e não tinha coragem de chegar nela e convida-la para dançar. Apenas ficávamos trocando olhares. Eram gestos discretos e simples, mas continham neles um sentimento de amor inexplicável que somente o nosso coração podia sentir e que logo era limitado pela nossa classe social. Não por nós jovens apaixonados, mas sim pela sociedade que não queria aceitar tal fato. Logo ela, criada em uma familia nobre de Riot-ville que vestia-se como uma princesa sempre com aqueles longos vestidos rosas claros e com uma maquiagem perfeita que se encaixava delicadamente em seu listo rosto redondo. Seu cabelo sempre estava penteado, ou eu pelo menos nunca tinha visto ele de outro jeito. Por onde ela passava ela arrasava, tanto com manés que ficavam babando enquanto elas desfilava quanto com as garotas que a invejavam. Ela nunca foi esnobe e talvez ela fosse a unica garota de Riot-ville em que me interessei. Nunca fui com a cara do pessoal do lado de lá da cidade, sempre metidos de narizes empinados se achando melhores que nós, mas ela me fez acreditar que nem todos são assim, a simplicidade e o glamour dela me conquistaram de um tal modo que fez eu esquecer que estava em um bar de classe alta e gente fina, e que eu estava sendo o assunto de risada de todas as mesas pelo simples fato de eu morar no zona norte de Riot-ville e por eu ser de uma familia humilde. Mas eu não fiquei abalado e nem triste, eu não conseguia pensar em outra coisa a não ser na garota que eu mais amo, e que estava na minha frente aquela hora. Apenas trocamos olhares a noite toda, mas quando eu saí de lá, mesmo com todos rindo de mim eu tive a unica certeza. Eu amo ela, e pra mim nada mais importa."

Nenhum comentário:

Postar um comentário