sexta-feira, 11 de março de 2011

Rede × Música × Adeus


Estava deitado na rede de casa ao som da música Creep do Radiohead tentando lembrar do porque que ela me ignorou, mas estava difícil pois minha alma já tinha incinerado qualquer lembrança a respeito dela e naquele momento a música já estava profundamente em minhas veias. Era muito difícil aquela hora eu me concentrar em outra coisa que não fosse a bela letra da música e que, talvez não fosse tão bela, mas ela possuía algo que me encantava e mexia muito comigo. Meu coração palpitava forte quando chegava no refrão dela e estava acompanhando precisamente a batida da bateria da música enquanto minha cabeça estava encostada levemente em uma almofada colocada com muito cuidado na rede sentindo a leve brisa do fim da tarde e a doce maresia que vinha do mar. Nunca tinha sentido tantas coisas e nada ao mesmo tempo e eu só estava tendo a certeza de que minha mente estava ficando cada vez mais límpida a cada segundo que passava. Quando a música acabou e eu me levantei daquela rede, saí daquele estado de hibernação sentimental e pronunciei baixinho algumas palavras antes de desligar o som. Fora o oi que eu dei para a minha mãe aquelas palavras foram as unicas que eu pronunciei a tarde. As palavras eram "não sinto mais sua falta"

Nenhum comentário:

Postar um comentário