domingo, 20 de março de 2011

Mundo × Castigo × Talvez


Lembro-me bem daquela pequena garota infame e sarcástica que o mundo veio a conceber. Criada pelos seus pais recebeu belas qualidades, julgada impiedosamente pela vida recebeu seus defeitos. Vencedora do prêmio Nobel de falsidade ela conseguiu cultivar em suas mãos uma grande e rara habilidade de criar inimigos. Vivendo orgulhosamente seu conto de fadas ela conseguiu a sua maior proeza de sua vida: ser feliz, pelo menos era isso que ela tentava demonstrar para o mundo lá fora. Talvez ela estivesse feliz mas ao mesmo tempo insatisfeita. Talvez ela estivesse feliz mesmo, mas apenas no seu conceito egoísta. Talvez ela estivesse iludindo a si mesma. Talvez ela precisava apenas de alguém para compartilhar sua felicidade. Talvez... Talvez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário